Trindades Sagradas PDF Imprimir E-mail
 

Tarciso S. Filgueiras

            A Santíssima Trindade é uma crença básica do cristianismo, mas só tornou-se dogma a partir do concílio de Nicéia (325 d.C.) que, oficialmente, reconheceu a natureza trinitária de Deus. À primeira vista, trata-se de algo bastante original, único: um só Deus, porém constituído por três Pessoas distintas, Pai, Filho, Espírito Santo. Na teoria, isto representa um mistério insondável, inacessível pela razão, somente concebível através da fé. No entanto, um exame rápido e superficial da história das religiões revela que não há nada de original neste conceito. Demonstra-se, através da história que, na verdade, o conceito de "Trindades Sagradas" aparece em várias culturas, em diferentes épocas da história da humanidade. De tal modo que se pode afirmar, sem exageros, que a Trindade cristã foi engendrada a partir de mitologias e teofanias pagãs anteriores e não da revelação divina, como advogam teólogos sectários.

Ou seja, surgiu antes e totalmente independente do credo de Nicéia, já que o conceito era corrente em toda a região mediterrânea, bem antes do surgimento do cristianismo.

Considerando-se a humanidade como um todo, nota-se que, quase sem exceção, toda religião antiga baseava-se na estrutura de uma trinca celeste, a grande maioria constituída por membros do sexo masculino, solteiros. A presença feminina em trindades sagradas é excepcional. Exemplos de trindades sagradas são encontrados entre assírios, caldeus, egípcios, fenícios e gregos. Na história mais recente, a presença de tais trindades pode ser detectada entre druidas, chineses, japoneses, siberianos, peruanos, escandinavos, índios meso-americanos, etc.

            Uma das mais antigas formas de trindade sagrada é encontrada no Bramanismo, cerca de dois mil anos a.C. Brahma representa o deus supremo, o Pai, Vishnu, a Palavra Encarnada ou Criador, enquanto que Siva ou Mahesa representa o Espírito de Deus. Chineses e japoneses antigos adoravam FO, nome que davam ao seu Buda. Sua doutrina ensina que FO é único, mas tem três formas.

No Egito, uma trindade sagrada era constituída por Atmu (ou Temu), Xu e Tefnut. Esta trindade é sexualmente mista, pois Tefnut é irmã gêmea de Xu. A certa altura de um discurso, Temu declara: "Assim, sendo eu um deus, tornei-me três". Temu e sua irmã gêmea formam uma curiosa unidade: Xu é o olho direito da divindade e Tefnut, o esquerdo.

            O filósofo ateniense Platão (c.428- c.348 a.C.) na obra Fedro apresenta outro exemplo de trindade santa, constituída por Agathon, o deus supremo ou Pai, que idealizou a criação, Logos, a Palavra e realizador da criação (Criador) e Psiqué, a alma ou Espírito. Segundo Platão, Psiqué movia-se sobre a superfície das águas e infundia vida nas profundezas da criação. A semelhança desta imagem com certa passagem do Gênesis não pode ser mera coincidência: "...e um sopro de Deus agitava a superfície das águas" (Gen 1:2).

Existem inúmeras outras referências gregas a esta concepção trinitária da divindade, algumas encontradas até em Roma, como uma que fala do deus supremo, do filho do deus e de Apolo, o Espírito [criador].  Um oráculo romano declarava que primeiro existia Deus, depois a Palavra (Logos) e com eles coexistia o Espírito. O famoso templo de Júpiter Capitulino na Roma antiga era dedicado a três divindades, porém adoradas como divindade triuna.

Os primeiros Padres da Igreja, conhecedores dessas tradições clássicas, foram rápidos no gatilho e se apossaram desse conceito pré-existente, desenvolveram-no, e regurgitaram-no como novidade recém revelada pela Providência Divina. Quando algum opositor trazia suas bases históricas à baila, eles justificavam dizendo que os conceitos antigos simplesmente antecipavam a grande revelação que o cristianismo expunha agora de maneira renovada, repaginada e "clara". Ou seja, o mistério da Santíssima Trindade cristã: Pai, Filho (Logos encarnado), Espírito Santo.

Como dogma cristão, o conceito parece ter sido originalmente formulado pelo apologista Tertuliano (c.155-c. 220), fortemente influenciado pelo neoplatonismo vigente na época. Em seguida, foi ferozmente defendido pelo patriarca de Alexandria, Atanásio (c. 295-373) e, finalmente, decretado e imposto pelo imperador romano Constantino I, o grande (c.288-337). Com a ajuda desse trio poderoso (Tertuliano, Atanásio, Constantino) a Igreja implantou na nova religião que se formava a idéia de um Deus uno e trino. Desta maneira, conformava-se com a cultura religiosa vigente. Santo Agostinho (354-430) elevou a doutrina a um patamar mais alto ao afirmar, sem titubear, que o início do evangelho de João (Jo 1:1-4) pode ser encontrado no Fedro de Platão!

            Para muitos filósofos, o sentimento de que tudo existe em tríades permeia muitos aspectos de nossas vidas, especialmente os mais transcendentais, tanto no espaço quanto no tempo como, aliás, já dizia um oráculo romano. Porém este dado pertence à humanidade, desde as épocas mais remotas. Por exemplo: passado, presente, futuro; aqui, lá e o que existe entre os dois; começo, meio, fim; espírito, mente, corpo. Isto pode levar o homem à percepção de que o indescritível, o inatingível é, em última análise, constituído de três partes, embora em essência seja uma única, indivisível realidade.

Bibliografia

  • - Bíblia de Jerusalém, São Paulo, Ed. Paulus, 2002.
  • - Filgueiras, T.S. Ensaio sobre Jesus: Revelando o homem. São Paulo, Livro Pronto, 2ª ed., 2006.
  • - Jaguaribe, H. Um estudo crítico da história, tradulção de S. Bath. Paz e Terra. 2002.
  • - Leroi-Grouhanandre, A. (ed.) Dictionnaire de la Préhistoire. Presses Universitaires de France, Paris, 2 ed. 1994.
  • - Lindell, H.G. & Scott, R. A Greek-English lexicon. Oxford University Press. 1940.
  • - Livro dos Mortos. Ed. Hemus, São Paulo, 1978.
  • - Peck, H.T. Harper´s dictionary of classical literature and antiquities. Harper & Brothers, 1898.
  • - Puhvel, J. Comparative mythology. The Johns Hopkins University Press. 1987.
Trackback(0)
Comentarios (0)add
Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

security image
Escreva os caracteres mostrados


busy
 
< Anterior   Seguinte >

Recomendar a MPHP

Fala para um amigo Seu nome:

Seu e-mail:

E-mail do seu amigo: