Gardner, James, The Intelligent Universe PDF Imprimir E-mail

Mário Porto 

O Universo pode ter seu fim na vida inteligente, e não numa grande contração ou na obscuridade de uma expansão infinita afirma James Gardner em The Intelligent Universe: AI, ET and the Emerging Mind of the Cosmos (publicado em Fevereiro de 2007 e ainda sem tradução em português). Não na vida como a conhecemos, mas vida que adquiriu a capacidade de moldar o cosmos como um todo, tal como a vida na Terra adquiriu a capacidade de formar a terra, o mar e a atmosfera.

Intelligent Universe BookA partir do Principio Antrópico e a questão da conveniência dos valores das principais constantes do nosso Universo para permitir a vida (Biofriendly Cosmos) Gardner introduz com a hipótese do Selfish Bocosm que a qualidade "life friendly" das leis físicas que dominam o nosso cosmos é uma conseqüência causal e totalmente natural do fato de que vida altamente evoluída e inteligente se constitui na máquina duplicadora para a replicação e recriação  de universos como o nosso. Ele vislumbra um estado final para o cosmos no qual uma forma muito evoluída de inteligência grupal - uma comunidade cósmica - reorganiza os patrimônios de massa e energia herdados da Grande Explosão e cria uma renovação cósmica: o nascimento de um novo universo bebê (baby universe) estabelecidos com a mesma propensão à vida que o nosso cosmos desfruta.

Segundo o próprio autor:

"Meu primeiro livro, "Biocosm", foi uma extensa argumentação tentando mostrar que o cosmos possui uma função de serviço. (i.e., algum valor ou resultado que está sendo maximizado) e que a função específica de serviço é a propagação de universos bebês exibindo a mesmas qualidades próprias para a vida do que seu universo ancestral, uma forma de órgão reprodutivo cósmico".

"Diferentemente do "Biocosm" cujo propósito era lançar uma hipótese cientifica o objetivo deste livro é contar um história extraordinária. Você se defrontará com pessoal sênior da NASA cuja paixão é a investigação do provável impacto na religião da descoberta de inteligência extraterrestre; um cientista de computadores perseguindo softwares para sustentar um tipo especial de evolução darwiniana, que fica assim mais qualificada e financeiramente valorizada com o tempo; e um profeta tecnológico que no meu ponto de vista é o verdadeiro herdeiro contemporâneo do legado intelectual de Darwin.

"Você encontrará um fascinante elenco de atores não-humanos que desempenharão papéis de liderança no estágio cósmico do amanha". Eles incluem:

  • Máquinas super-inteligentes capazes de superar o pensamento humano sem deixar cair uma gota se suor;
  • Exploradores interestelares velozes eficientes em custo formados de elaborados algoritmos de computação capazes de "conviver" nas entranhas dos computadores alienígenas que possam ser encontrados em planetas distantes e;
  • Inteligências extraterrestres as quais não foram ainda encontradas pelos pesquisadores do SETI, mas cuja existência é fermente predita por minha hipótese do Biocosm.

"The Intelligent Universe", então é um tipo de diário de viagem projetada - uma história futura imaginada - da viagem cósmica futura que temos pela frente. As fundações desta projeção - a motivação deste futuro imaginado - é uma visão do profundo vínculo entre três fenômenos ostensivamente separados: o surgimento da vida, a emersão da inteligência e a aparente não-inteligente evolução do cosmos. "Discutindo estes tópicos o livro não somente prove novas mensagens da fronteira da ciência cosmológica como também oferece uma meditação sobre as implicações filosóficas das abordagens científicas emergentes para a nossa auto-imagem como espécie.

Para nós brasileiros a tese do Selfish Biocosm tem um aspecto especial, pois foi apresentada pela primeira vez no Congresso Internacional de Astronáutica realizado em outubro de 2000 no Rio de Janeiro. James Gardner é um conceituado teórico e pesquisador na teoria da complexidade e escreve regularmente em revistas e jornais científicos. Seu livro Biocosm de 2003 foi selecionado entre os dez melhores livros de ciência pelos editores da Amazon.com. Embora com formação em filosofia e biologia a principal formação de Gardner foi no Direito, sendo sócio da firma Gardner&Gardner e  tendo servido na secretarias de juízes da Corte de Apelação Norte-americana e da Suprema Corte. Foi também Senador pelo Estado de Oregon .

O Livro ainda não tem tradução em português.

Trackback(0)
Comentarios (0)add
Escreva seu Comentario
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
smaller | bigger

security image
Escreva os caracteres mostrados


busy
 
< Anterior   Seguinte >

Recomendar a MPHP

Fala para um amigo Seu nome:

Seu e-mail:

E-mail do seu amigo: